sábado, 9 de abril de 2011

Talvez uma crônica



Etimologicamente a palavra testemunha significa a presença de alguém em corpo e alma, em algum lugar e com alguém na duração de um acontecimento. Testemunhar se faz com os sentidos sentimentos sensações. Testemunhar é perceber e tomar consciência do que se vive ou viveu, do que acontece ou aconteceu.


Escrever é risco, deixar pegadas, pois, para encontrar sentido no ato de escrever escrevemos para o outro. Vivemos paradoxos, porque mesmo escrevendo ficção, nas entrelinhas oferecemos depoimentos e testemunhos: um olhar.
Por outro lado, se escrever é oferecer memória, e se esta é da ordem da ficção, o escritor é feito de paradoxos, pois, enquanto  ser humano, ele é da ordem da ficção.
Testemunhas um do outro, o escritor e o leitor.











7 comentários:

  1. INSPIRAÇÃO

    Tenho uma mulher que se chama Poesia,
    Musa inspiradora dos meus momentos.
    Com simplicidade ela herdou meu coração,
    Sussurrando-me palavras,
    Despertando-me em rimas.

    Quem dera pudéssemos ter um filho
    ... Um poema!
    Daríamos a ele muito amor, carinho e afeto.
    Descobriríamos em seu sorriso a centelha da alma poética
    Que aquece e ilumina o coração do homem.

    Quem dera jamais fechar este livro
    Cheio de sonhos, sem nenhuma desilusão,
    E poder sempre encontrar em suas páginas
    A mulher que tanto amo e que reina absoluta
    Em cada verso, em cada sílaba,
    Em cada sentimento.


    Esse poema é parte integrante do livro (O Anjo e a Tempestade)
    de Agamenon Troyan

    ResponderExcluir
  2. quando escrevemos ficão ela pode muito bem ser nossa verdade interior e muitas vezes quanto relatamos um fato ou história dita verdadeira, parte dela já é ficção pois é vista a partir de nossa ótica e no relevo de suas partes colocamos nossa maneira de ser...
    será que vivemos de meias-verdades?

    ResponderExcluir
  3. Quem segue um, segue dois!!!! bjsss

    ResponderExcluir
  4. Testemunhar a repetição é testemunhar a vida!
    Sem repetição, não há vida!
    Deu saudade dos bonequinhos repetidos e contados; verdadeiros testemunhos de ti!
    Um bom abraço.

    ResponderExcluir
  5. Oi Jaime, bem vindo! Os bonequinhos voltarão.
    Obrigada Fanzine, Guaraciaba e Catia.

    ResponderExcluir
  6. so good
    thank you for visit my site...
    www.touristtripeg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Para quando é o café mesmo?? Vou adorar...
    Também me sinto numa mesa da cozinha, conversando com uma amiga de infancia!
    Bjs,
    Val

    ResponderExcluir